CONTAG participa do lançamento do Movimento Nacional pela Vacinação

114

Com o lema “Vacina é vida. Vacina é para todos”, o governo federal lançou o Movimento Nacional pela Vacinação com o objetivo de retomar as altas coberturas vacinais no País, fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS) e aumentar a confiança nas vacinas após um longo período de desmonte e de campanha de desinformação. Segundo informações do Ministério da Saúde, a mobilização inclui vacinação contra Covid-19 e outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação em várias etapas.

“Vamos trabalhar para que o Brasil volte a ter números satisfatórios de imunização e investir em saúde e proteção”, destacou o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Considerado um país pioneiro e uma referência internacional em campanhas de vacinação, o Brasil vem apresentando retrocessos nesse campo e praticamente todas as coberturas vacinais estão abaixo da meta. “Em 2015, o Brasil atingiu uma média de 95% de pessoas completamente imunizadas dentro do público-alvo de cada vacina do Programa de Imunizações, média que chegou a preocupantes 60,8% em 2021”, acrescentou Lula. “Depois de um triste período de negacionismo e descrença na nossa ciência, o governo federal e o Ministério da Saúde voltarão a cuidar do povo brasileiro”.

Em uma primeira etapa, iniciada nesta segunda em todo o Brasil, a vacinação será com doses de reforço bivalentes contra a Covid-19 em pessoas com maior risco de desenvolver formas graves da doença. Neste momento, serão vacinadas as pessoas idosas acima de 70 anos, pessoas imunocomprometidas, funcionários/as e pessoas que vivem em instituições permanentes, indígenas, ribeirinhos e quilombolas. Cerca de 18 milhões de brasileiros/as fazem parte desse grupo e o Ministério da Saúde distribuiu cerca de 19 milhões de doses de vacinas Covid-19 para todos os estados e para o Distrito Federal. Em seguida, será divulgada a próxima etapa da campanha e o público a ser beneficiado.

Ainda segundo informações do governo federal, para atingir a meta de 90% de cobertura vacinal em todos os grupos, o Ministério da Saúde está reconstruindo a relação plena com as sociedades científicas e o diálogo com estados e municípios, em uma lógica interfederativa na tomada de decisões. Para todas as estratégias de vacinação propostas, o comprometimento e a união da sociedade serão essenciais para que as campanhas tenham efeito. O objetivo é informar a população sobre a importância, eficácia e segurança das vacinas e os riscos de adoecimento e morte das pessoas não vacinadas, além da reintrodução de vírus já erradicados no Brasil.

Para a secretária de Políticas Sociais da CONTAG, Edjane Rodrigues, a CONTAG participou do evento de lançamento para evidenciar a importância da imunização da população brasileira e de conscientizar as populações do campo, da floresta e das águas de que vacinas salvam vidas. “O lançamento do Movimento Nacional pela Vacinação foi um momento muito importante, inclusive com a participação de diversos movimentos e organizações sociais. Depois desses últimos anos da nossa luta de enfrentamento à Covid-19, de negacionismo da ciência e das vacinas, esse evento foi um marco para a saúde pública brasileira. Esse momento também traz o nosso presidente sendo a primeira pessoa a receber a 5ª dose da vacina contra a Covid-19. Sem dúvidas, essa iniciativa é uma referência, ter um presidente que se importa com a saúde da população, que entende a importância da ciência, que reforça a conscientização da sociedade como um todo para que as pessoas se vacinem como uma prevenção e como um meio de ter uma vida mais saudável e de garantir uma qualidade de vida”, destacou a dirigente da CONTAG.

Fonte: Assessoria de Comunicação da CONTAG – Verônica Tozzi, com informações do Planalto.

Foto: Ricardo Stuckert

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here