Não à urgência da votação do pacote do veneno (PL 6299)

112

A Câmara Federal colocou em regime de urgência a votação do Projeto de Lei (PL 6299/2002) para esta quarta-feira (09). A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) e várias organizações que integram a – Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida – seguem mobilizadas contra o chamado Pacote do Veneno (Projeto de Lei – PL 6.299/02). O PL 6.299 revoga a atual Lei de Agrotóxicos (7.802/89) e pretende flexibilizar ainda mais a aprovação e o uso de agrotóxicos no Brasil, entre outros pontos negativos.

Em nota, a – Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida – mais uma vez mostra sua preocupação com o PL 6299/2002.

O Pacote do Veneno (PL 6299/2002) quer abrir a porteira para uma flexibilização ainda maior do uso de agrotóxicos no Brasil, inclusive de substâncias cancerígenas.

Resumo das principais mudanças propostas pelo Pacote do Veneno:

1. Mudança do termo “agrotóxico” para “pesticida” e “produtos de controle ambiental”.
2. A vedação do registro, importação e produção de agrotóxico restringe-se aos “riscos inaceitáveis”, termo vago que pode permitir o registro de agrotóxicos sabidamente cancerígenos.
3. Maior poder ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e fim do poder de veto da Anvisa e Ibama.
4. Permanece o registro eterno de agrotóxicos no Brasil e restringe a reavaliação a ocorrência de avisos de órgãos internacionais.
5. Delimitação de prazos rápidos para que os órgãos federais registrem os agrotóxicos.
6. Possibilidade da criação de uma “Indústria” dos Registros Temporários.
7. Dispensa de registro de agrotóxico produzido no Brasil que será exportado.
8. Autorização da mistura em tanque de agrotóxicos e prescrição de receituário antes da ocorrência da praga.
9. Omissão em relação à propaganda de agrotóxicos.
10. Limita competência legislativa de estados e municípios.

Saiba mais sobre as ameaças do Pacote do Veneno (PL 6299/2002) e tenha informações, materiais e sugestões de atividades para que a resistência contra esse retrocesso se espalhe ainda mais por todo o país! AQUI

FONTE: Campanha Permanente Contra os 
Agrotóxicos e Pela Vida
edição Comunicação CONTAG - Barack Fernandes
Arte: Fabris Martins

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here