Em assembleia histórica, aprovada cota mínima de 50% de mulheres e 20% de jovens nas instâncias da Fetraece

256

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece) reuniu nesta sexta-feira, 11, o Conselho Deliberativo da Entidade para duas assembleias virtuais e o lançamento oficial do Março Lilás. Na primeira, foi aprovada a prestação de contas do exercício 2021. Na segunda, ocorreu aprovação de mudança estatutária, passando a assegura cota mínima de 50% de mulheres e 20% de juventude em todas as instâncias da Fetraece.

 

“Eu estou muito feliz. Considero um momento histórico em que a Fetraece, altera seus Estatutos Sociais para garantir uma maior participação das mulheres e juventude nas instâncias de direção e deliberação da nossa Federação. As emendas estatutárias aprovadas são mecanismos legítimos de promoção da igualde de gênero e a visibilidade da juventude no movimento sindical”, destaca o presidente da Fetraece, Raimundo Martins.

 

A mudança foi aprovada com aproximadamente 99% dos votos das delegadas e delegados presentes na Assembleia. “Foi um momento de muita emoção. Essa conquista é um reconhecimento da luta árdua e diária de todas as mulheres, desde a conquista de poder se filiar e passando por muitas outras etapas. Que a Fetraece seja exemplo para outras entidades. Viva as Margaridas do Ceará! Viva o movimento sindical do Ceará!”, afirma a secretária de Mulheres da Fetraece, Cícera Vieira.

 

Já a juventude rural contará, como relatado, com cota mínima de 20%. Para a secretária de Jovens da Fetraece, Milena Camelo, atitude necessária, pois “somos cerca 500 mil jovens rurais no estado do Ceará, de acordo com o último Censo Agropecuário de 2017”. Ao falar para os e as participantes, a Secretária convidou para que juntos e juntas possam “dar um passo de coragem e ousadia no fortalecimento de movimento sindical cearense cada vez mais protagonista, forte e politizado”.

 

Além da Direção Ampliada da Federação, participaram aproximadamente 350 delegados e delegadas, a secretária de Mulheres da Contag, Mazé Moraes, e os deputados, Moisés Braz (Estadual) e José Guimarães (Federal).

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fetraece – Jornalista Janes P. Souza

Foto: Marcos Felipe

2 COMENTÁRIOS

  1. que bom!!! parabéns meus companheiros e companheiros que participará desta decisão tão sonhada e pautada pelas mulheres e jovens nos anos. em especial está atual Diretoria acrescenta mais este ponto

  2. Travamos lutas históricas pela visibilidade e afirmação de nossas pautas e demandas,no movimento sindical dos trabalhadores e das trabalhadoras rurais, na sociedade, na política, na vida cotidiana. Digo isso para reforçar que a luta das mulheres vem de longe, sendo construída por muitas mãos. A paridade foi um passo largo muito importante para consolidação de políticas que alterem as condições da participação política das mulheres no movimento sindical com autonomia e liberdade. Viva a FETRAECE!Viva as Mulheres,!Viva a Juventude!
    Meus parabéns para todas, todes e todos que fazem a FETRAECE ser essa Águia de vôo gigante!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here