Fetraece comunica famílias sobre aquisição de propriedade rural para viverem

479

Em uma manhã de muita emoção, a secretária de Política Agrária e Meio Ambiente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), Rosângela Moura, fez, nesta quarta-feira, 06, a entrega simbólica da Fazenda Santa Clara, em Ibaretama, às oito famílias que foram retiradas por ordem judicial da Fazenda Várzea Grande, localizada no mesmo município.

 

A Fazenda Santa Clara tem 269,82 hectares e foi adquirida pelo Governo do Estado do  Ceará, através do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (IDACE), em processo de compra direta, no valor de aproximadamente R$ 966.000,00 e irá  assentar as famílias de agricultores familiares que residiram no latifúndio anterior por mais de 82 anos e foram expulsas.

 

A agricultora e líder das famílias, Francisca Xavier, 72 anos, de forma emocionada, destacou a luta e importância da Fetraece na conquista da nova terra para morar e trabalhar. “A Fetraece sempre esteve conosco em todos os momentos desta caminhada, seja nos tribunais jurídicos, seja no apoio para evitar a violência sob todos os aspectos contra nós, seja nas ações políticas para nos trazer este resultado que acabamos de receber. Obrigado Rosângela pela sua coragem e determinação. Sem você este sonho não teria se tornado realidade. Agradecemos ao Raimundo Martins (presidente licenciado) pela determinação em negociar com o Governo do Estado a compra. Agora temos nossa propriedade”, afirmou Francisca Xavier.

 

Já a secretária de Política Agrária da Fetraece destacou que “foi uma empreitada desafiadora, em uma conjuntura desfavorável para o acesso à terra, mas não perdemos a confiança de que a terra prometida iria ser por justiça entregue a vocês.  O desafio nos fez lutar com todos os parceiros para a concretização deste sonho. Essa é a missão da minha Federação e que o exemplo de vocês leve esperança a centenas de outras famílias que estão na luta por terra. Logo, retornaremos para realizar de forma oficial a imissão da posse da terra. Viva a luta das trabalhadoras e trabalhadores, viva a FETRAECE, viva a REFORMA AGRÁRIA”. Pontuou Rosângela Moura.

 

Fonte: Secretaria de Política Agrária e Meio Ambiente da Fetraece

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here