Plano Safra – Dilma anuncia investimento de R$ 28,9 bilhões para a agricultura familiar

8


Como resultado da luta conjunta do Movimento Sindical dos Trabalhadores (as) Rurais (MSTTR) e de outros movimentos sociais, vieram nesta segunda-feira (22) as respostas concretas do Governo Federal às reivindicações que emanam do meio rural brasileiro no Lançamento do Plano Safra 2015/2016 apresentadas pela presidenta Dilma Rousseff e ministros.


 


PRONAF


 


Para o Pronaf  o Governo Federal disponibilizou 28,9 bilhões para agricultura familiar.


 


TAXAS DE JUROS


 


Quanto as taxas de juros ficou definido 0,5 a 5,5 % ao ano, porém com tratamento diferenciado para os de baixa renda, sobretudo para os (as) agricultores do semiárido, que terão variação de 0,5 a 4,5% ao ano


 


SEGURO DA AGRICULTURA FAMILIAR


 


Novo seguro da Agricultura Familiar com até 80% da receita esperada   ASSISTÊNCIA TÉCNICA Alocaremos 236 milhões em assistência técnica e extensão rural Assistência técnica para 160 mi famílias do semiárido  


 


ALIMENTOS TRANSGÊNICOS 


 


Em muitos lugares na sequencia da introdução dessas culturas constata-se concentração de terra na mão de poucos. A expansão dessas culturas destrói o ecossistema,   e afeta  o presente  e futuro das economias regionais. Precisamos desenvolver produção de alimentos com harmonia com a natureza. Precisamos de uma Agricultura saudável e ecológica que garanta rentabilidade e sustentabilidade dos agricultores sem uso abusivo de agrotóxicos e transgênicos.


 


CRIAÇÃO DA  ANATER 


 


Construir juntos, governo e sociedade civil, uma política de assistência técnica focada na produção organiza agroecológica no cooperativismo. 


 


ASSOCIATIVISMO


 


Estamos reforçando o apoio as cooperativas  da agricultura família e  assistência técnica focada na gestão de  empreendimento para mil Cooperativas. 


 


SUASA


 


Assinatura da regulamentação de produtos de origem animal e bebidas, com regras específicas para produção e  comercialização da agricultura familiar. Todos (as) poderão comercializar com qualidade e com respeito as exigências sanitárias.  “Este é um marco para consolidação e fortalecimento da agroindústria familiar, pois irá ampliar oportunidades de comercialização com segurança para produtores e consumidores”, destacou o ministro, Patrus Ananias, ao fazer o anúncio do Plano Safra 2015/2016.  


 


PAA e PNAE


 


Pelo menos 30% dos alimentos consumidos pelos órgãos públicos federais devem ter origem da agricultura familiar, sendo que o Ministério da Defesa deve adquirir cerca de 2,5  toneladas de alimentos para as forças armadas.


 


BANCO DE SEMENTES


 


Apoiaremos bancos comunitários de sementes, com grãos de qualidade adaptados as condições dos vários  lugares do Brasil. Sem depender de empresas multinacionais para assim garantir a soberania alimentar do povo brasileiro.


 


CRÉDITO FUNDIÁRIO


 


Assinatura de uma portaria  para no prazo máximo de 30 dias apresentar  mudanças no Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Acesso dos (as) beneficiários do PNCF para o minha casa minha vida rural 


 


MULHERES TRABALHADORAS RURAIS


 


Capacitação para mulheres terem a cesso ao crédito, sendo que do total de beneficiários (as)  do PNCF, 50 %  devem trabalhadoras rurais.  Programa de documentação  deve alcançar 100 mil  em todo o Brasil


 


REFORMA AGRÁRIA


 


Regularização de território quilombolas com a assinatura de 10 decretos de titulação de terras. Assistência técnica especificas 33 mil famílias.  Lançamento do Plano Nacional de Reforma Agrária “Essas ações são um espaço para  firmar que os agricultores e agricultoras  continuem produzindo alimentos saudáveis. Garantindo vida digna para as próximas gerações. São ações como  estas que fizeram FAO  tirar no ano passado o Brasil do mapa da fome”, ressaltou o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias.


 


JUVENTUDE RURAL


 


Cota mínima de 25 % dos jovens nas chamadas de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER). Lançamento do Plano nacional da Juventude e Sucessão Rural. 


 


 FALA DA CONTAG


 


“Produzimos alimentos saudáveis. Com isso fazemos algo imprescindível para um país que garanta a soberania e segurança alimentar. É fundamental  manter o desenvolvimento no campo, com gente, com comunidade e desenvolvimento, assim investir na agricultura familiar é investir no ser humano. Gostaríamos de destacar algumas questões que são fundamentais, como o volume de 28,9 para Pronaf;  Compra Local de 1,6 bilhões; Programa de desburocratização da Agroindústria, para que possamos vender os produtos e agregar valor; Acesso ao Minha Casa Minha Vida Rural para agricultores (as) familiares do PNCF;  Espaço para Agricultura Familiar dentro da ANATERe EMBRAPA; entre outras. Todas essas conquistas garantem o desenvolvimento da Agricultura Familiar no Brasil”, afirmou o presidente da CONTAG, Alberto Broch.


 


Alberto ainda pontuou a importância da CONTAG, Federações e sindicatos filiados na luta  e  discussão com o Governo. E seguiu fazendo uma provocação com o Governo Federal no que se refere as taxas de jurus e a Política de Crédito Fundiário. “Quanto as taxas, deveria ter sido menos juros para podermos saudar nossas divida e fazer o bom uso dos nossos recursos. Era  ainda expectativa  nossa,  que fosse assinado a Política do Crédito Fundiário, pois a  mudança do Programa  fará com que milhares de agricultores familiares  possam ter acesso a terra. Esperamos que o governo continue firme com a política de regularização fundiária, para que assim todos (as)  agricultores (as) tenham acesso as conquistas do Plano Safra.


 


Encerrando, fez uma reflexão, chamando todos (as) para estarem empenhados(as) em fazer com que o montante de recurso chegue  na base. “O Plano Safra é importante quando de fato chega na roça”, convocou o presidente da CONTAG.    


 


DILMA ENCERRA O LANÇAMENTO DO PLANO SAFRA DESTACANDO A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS SAUDÁVEIS DA AGRICULTURA FAMILIAR


 


Após saudar todos os trabalhadores e trabalhadoras rurais presentes, a presidenta Dilma Rousseff, destacou em sua fala, o desenvolvimento econômico e social do Brasil a partir do Lançamento do Plano Safra 2015/2016, que trouxe um montante  de investimentos orçados em 28,9 bilhões. “2015 é muito significativo para mostrar que a aproteção da terra mãe é também uma questão de inclusão social, por isso temos certeza que teremos boas realizações por vocês da agricultores(as) familiares. Vocês são a garantia de uma alimentação com soberania e segurança alimentar”, afirmou a presidenta.


 


 


 


 


FONTE: Assessoria de Comunicação CONTAG- Barack Fernandes


 Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


 


 


Confira reportagem da Rede Brasil: