“O movimento sindical rural deve participar dos governos”, afirma Luiz Carlos Ribeiro na Contag

16


Durante a reunião do Conselho Deliberativo da Contag que discutiu os resultados das eleições 2014 na tarde desta quarta, 19 de novembro em Brasília, o presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares no Estado do Ceará (Fetraece), Luiz Carlos Ribeiro de Lima, defendeu que o movimento sindical rural esteja presente na construção das gestões por ele apoiadas.


“Temos que nos preparar para participar do Governo. No Ceará, estamos conversando com o governador eleito para termos bons quadros do movimento sindical que podem colaborar com a gestão do Estado, principalmente na Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA). O Moisés na Assembleia é importante, mas também temos de ocupar outros espaços nessa construção”, afirmou ele, ao destacar a boa relação que o governador eleito Camilo Santana tem com os movimentos sociais.


No plano Federal, de acordo com o presidente da Federação, também é necessária a presença “dentro do desafio de qualificar ainda mais o governo Dilma. Precisamos também reconhecer erros, e da mesma forma podemos ajudar o governo a obter melhores resultados”. Segundo Luiz Carlos Ribeiro, “é necessário que a nossa militância entenda que precisamos participar das instâncias de decisão para construir o projeto político que defendemos”.


De acordo ele, a eleição do companheiro Moisés Braz – ex-presidente e atual vice da Fetraece – para deputado estadual no Ceará com mais de 75 mil votos foi fruto de um direcionamento político que o movimento sindical deliberou no último congresso e vinha construindo nos últimos anos. Luiz Carlos ressaltou também o comprometimento da direção da entidade e de lideranças sindicais que percorreram todo o Estado, aliada a uma campanha profissionalizada e organizada para a obtenção da vitória nas urnas.


 


 


Foto e texto: Marcel Bezerra