Fortalecimento da articulação em defesa da agricultura familiar nos países do Mercosul Ampliado

7


 


O vice-presidente e secretário de Relações Internacionais da CONTAG, Alberto Broch, que é também secretário Geral da Confederação de Organizações de Produtores Familiares do Mercosul Ampliado (COPROFAM), inicia por Santiago, capital do Chile, uma série de visitas institucionais pela Coprofam à organizações que lutam pelos interesses da agricultura familiar latino americana.  Broch reuniu-se com representantes do Movimiento Unitario Campesino y Etnias de Chile (Mucech), principal organização da agricultura familiar, campesina e indígena daquele país. O dirigente passará ainda por organizações dos sete países que fazem parte da Coprofam.


 


O objetivo é dialogar sobre a organização da Coprofam e seus desafios, sobre como fortalecer a articulação entre as organizações participantes, além de fazer análises das conjunturas regional e internacional sobre os desafios da agricultura familiar em todo o mundo, trazendo, por exemplo, os retrocessos nas políticas públicas que sofremos no Brasil e que se repetem em outros países. 


 


Também será feita articulação da possibilidade de promover integração e capacitação das organizações para fortalecer a intervenção nesse processo de resistência, por meio de projeto que a Coprofam está executando com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida). Trata-se de dar continuidade às incidências no âmbito da Década da Agricultura Familiar e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS).


 



 


Em Santiago, o dirigente se reuniu ainda com o representante regional da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) para América Latina e Caribe, Julio Berdegué, e outros integrantes da instituição, para discutir projetos com a Coprofam e com a CONTAG. O diálogo com a FAO faz de articulação iniciada pela CONTAG com uma visita do diretor regional da organização à nossa confederação em julho. 


 


“Com Berdegué conversamos sobre as possibilidades de ações na América Latina e Caribe no âmbito da Década da Agricultura Familiar, assim como a participação da CONTAG na Semanada da Agricultura e Alimentação, em Buenos Aires. Todos esses encontros fazem parte de uma agenda muito importante, que tem apresentado bons resultados para fortalecer a luta regional pela agricultura familiar, campesina e indígena”, afirma Alberto Broch.


 


 


FONTE: Assessoria de Comunicação CONTAG – Lívia Barreto