Fetraece sedia reunião sobre crédito rural para cooperativas da agricultura familiar

7



Nesta terça-feira, 24, aconteceu na sede da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), em Fortaleza, reunião sobre crédito rural para Cooperativas da Agricultura Familiar. A Fetraece foi representada pelo secretário de Políticas Agrícolas, José Francisco de Almeida Carneiro, e contou também com a participação da representante da superintendência do Banco do Brasil, Andressa Keny, a tesoureira da Unicafes-CE e presidenta da Cooperbio, Antônia Alves (Dita), o representante da Copacaju, Ronaldo Sales, entre outros gestores de cooperativas parceiras.


 


Andressa Keny, da Superintendência do Banco do Brasil, falou sobre as linhas de crédito rural disponíveis para serem contratadas pelas Cooperativas da Agricultura Familiar: Pronaf agroindústria: custeio e investimento; BB coopinsumos; industrialização; Comercialização – Teto Comprador – Desconto de Nota Promissória Rural (NPR) ou Duplicata Rural (DR); Comercialização – BB FEE – Financiamento Estocagem Produtos Agropecuários.


 


Após a apresentação de Andressa Keny, ocorreu um amplo debate entre a respectiva técnica bancária e os gestores das Cooperativas filiadas a Unicafes Ceará e a Central Copacaju, que, escolheram a linha do Pronaf agroindústria: custeio e investimento como a preterida para ser acessada pelas pessoas jurídicas (PJs) que eles representam.


 


Por fim, foi encaminhado que as cooperativas vão procurar os gerentes das Agências do Banco do Brasil dos municípios onde estão instituições sediadas, para dialogar, atualizar os cadastros bancários e apresentar os projetos para avaliação técnica e contratação.


 


O secretário de Políticas Agrícolas da Fetraece, José Francisco de Almeida, destacou a importante contribuição dos/as presentes e relatou que serão realizadas outras reuniões para a busca do fortalecimento das cooperativas da agricultura familiar filiadas a Unicafes-CE e a Central Copacaju.


 


Fonte: Secretaria de Políticas Agrícolas da Fetraece