Fetraece presente no Seminário Nacional sobre a Seguridade e a Previdência Social Rural

6


A secretária de Políticas Sociais da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), Cicera Vieira, participou nesta terça-feira (15), em Brasília-DF, do Seminário Nacional sobre a Seguridade e a Previdência Social Rural. Durante o evento foi lançada a Frente Parlamentar da Previdência Social Rural.


 


O Seminário foi realizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e teve como objetivo promover e ampliar o debate sobre a Previdência Social Rural e os impactos dessa política pública no contexto socioeconômico das famílias do campo.


 


Para o conjunto do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) a Política da Previdência Social não pode ser analisada apenas sob viés cujo recorte enfoca as despesas com os benefícios rurais e as receitas provenientes das contribuições previdenciárias dos trabalhadores e trabalhadoras rurais.


 


A Previdência Social Rural também precisa ser analisada pela importância que tem como política eficaz de distribuição de renda e que fomenta o desenvolvimento no campo brasileiro. Vale destacar que os benefícios previdenciários pagos mensalmente aos trabalhadores/as movimentam a economia de milhares de municípios. Em mais de 70% dos municípios, o volume de recursos provenientes da Previdência Social é superior ao que recebem do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 


 


Coletivo de Políticas Sociais


 


Na segunda-feira (14), o presidente da Fetraece, Luiz Carlos Ribeiro Lima, e Cicera Vieira, participaram do Coletivo Nacional de Políticas Sociais, na sede da Contag em Brasília. O encontro teve como pauta principal análise de conjuntura e debate sobre a atuação de defesa dos direitos previdenciários dos trabalhadores/as rurais.   


 


 


Assessoria de Comunicação da Fetraece com informações da Contag (clique aqui para ler matéria completa da Contag sobre o Seminário