Dirigente da CONTAG comparece à CPI da Funai e Incra

7



 


O secretário de Finanças e Administração da CONTAG, Aristides Santos, apresentou-se na condição de testemunha na audiência pública ordinária convocada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Funai e Incra na manhã desta quarta-feira (13), no Plenário 9, do Anexo II da Câmara dos Deputados. A Diretoria da CONTAG esteve presente acompanhando o depoimento do companheiro Aristides.


 


O dirigente foi intimado na semana passada para prestar esclarecimentos sobre o seu discurso realizado no dia 1º de abril, em ato realizado no Palácio do Planalto de assinatura de decretos de desapropriação de terras para fins de reforma agrária. Seguindo as orientações da assessoria jurídica da CONTAG, e por força de habeas corpus requerido pela entidade e deferido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio de Mello, Aristides Santos usou do seu direito de não se manifestar por entender que a sua convocação e os esclarecimentos solicitados não são objeto de investigação da referida CPI, que foi criada para investigar a atuação da Funai e do Incra.


 


Apesar dos constrangimentos e de ameaças de prisão por parte de alguns parlamentares durante a audiência, a CONTAG mantem-se firme na luta pela terra, pelo fortalecimento da agricultura familiar, pela garantia e ampliação de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e pela democracia.


 


 


FONTE: Diretoria da CONTAG