Coletivos e Comissões Nacionais da CONTAG discutirão pautas de luta e estratégias políticas

6


A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece) está presente em todos os Coletivos e também nas Comissões.


 


Confira matéria da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) sobre os eventos:


 


Construção da pauta do 22º Grito da Terra Brasil. Esse será um dos principais objetivos da primeira reunião do ano de quatro Coletivos da CONTAG e duas Comissões Nacionais, realizados simultaneamente nos dias de hoje(5) e amanhã(6). Os representantes das federações das secretarias de Mulheres, Juventude, Terceira Idade, Finanças e Administração, assim como de Política Agrícola e Meio Ambiente estão reunidos na sede da CONTAG, em Brasília.


 


Na abertura conjunta dos Coletivos, na manhã de hoje, o presidente da CONTAG, Alberto Broch, fez um breve panorama da situação política do Brasil e do posicionamento da confederação. “Estamos firmes na luta pela democracia e na defesa de um modelo político que deve ter o objetivo de promover o desenvolvimento do país garantindo os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, e que promova o fim da desigualdade social, a justiça para todos”, afirmou o presidente. Alberto Broch apontou ainda que as discussões de cada coletivo sobre a pauta do próximo Grito da Terra Brasil, que deve ser realizado em maio, serão consideradas na reunião do Conselho Deliberativo da CONTAG, a partir de quarta-feira(6).


 


Veja a seguir o que será debatido nos próximos dias:


 


Comissão Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais



 


O Plano Nacional de Juventude e Sucessão Rural, o Programa Jovem Saber a pauta do 22º GTB são os principais tópicos de discussão de hoje (05) dos cerca de 25 participantes da reunião da Comissão Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da CONTAG. Esta reunião contará ainda com a participação da assessora de juventude Rural do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Luiza Dulci. Amanhã os temas serão a 4ª Plenária Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais e outros informes sobre a Conferência Nacional de Juventude e a participação do MSTTR no programa Slow Food.


 


Coletivo Nacional de Finanças e Administração



 


O plano Sustentar e seus desdobramentos é o foco principal deste coletivo, onde os cerca de 60 participantes avaliarão o processo de implantação do plano nos estados, assim como definirão ações estratégicas para seu desenvolvimento e fortalecimento. Também será compartilhado e debatido o planejamento estratégico da CONTAG e outros temas relevantes para o Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais.


 


Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras Rurais da CONTAG



 


As políticas públicas para o fortalecimento da autonomia econômica e da organização produtiva solidária das mulheres será um dos temas discutidos nos dois dias de reunião, que contará com a participação da diretora de Políticas para mulheres do MDA, Célia Watanabe, e da DPMR-MDA, Michela Calaça. Também será feita uma apresentação e debate dos desdobramentos das negociações da Marcha das Margaridas referente aos quintais produtivos, economia solidária e associativismo das mulheres, com a colaboração de representante do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). As cerca de 25 participantes debaterão ainda os desdobramentos das negociações da Marcha das Margaridas referente aos temas da Violência contra as Mulheres e Saúde das Mulheres do Campo, das Florestas e das Águas, assim como sobre as ações em defesa da Democracia e contra o golpe, entre outros assuntos e informes.


 


 


Coletivo Nacional de Terceira Idade



 


A 2ª Plenária Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da Terceira Idade e Idosos(as) será o principal tema a ser tratado pelos integrantes do Coletivo Nacional de Terceira Idade da CONTAG. Faltam 70 dias para a realização do evento, e assim serão discutidos a matriz pedagógica, as equipes de trabalho e detalhes sobre a infraestrutura. A Previdência Social também será tema de debate, assim como a construção da pauta do 22º Grito da Terra Brasil.


 


 


Coletivos Nacionais de Política Agrícola e Meio Ambiente



 


Habitação Rural, Modelos de crédito e os indicativos dos conteúdos do III Módulo do Curso de Política Agrícola. Esses, assim como os principais pontos do 22º GTB são os temas que serão tratados pelos cerca de 40 participantes dos Coletivos Nacionais de Política Agrícola e Meio Ambiente. Os temas serão aprofundados e discutidos em trabalhos de grupo, que resultarão em um documento sistematizado para o debate do Conselho Deliberativo.


 


 


 


FONTE: Assessoria de Comunicação CONTAG – Lívia Barreto


Fotos: Cesar Ramos