8º CETTR – Agricultores/as aprovam MOÇÃO DE REPÚDIO A REFORMA TRABALHISTA

4


 



 


 


MOÇÃO DE REPÚDIO A REFORMA TRABALHISTA


 


Os trabalhadores e trabalhadoras rurais agricultores e agricultoras familiares do Estado do Ceará, repudiam com firmeza a aprovação da Reforma Trabalhista, que destrói os direitos da classe trabalhadora em especial a categoria trabalhadora rural.


O profundo ataque aos direitos trabalhistas e o retrocesso social imposto pela referida Reforma, sob o falso discurso da “modernização” da legislação com vistas a proporcionar a geração de empregos, expõe o Brasil a condição de nação dependente dos interesses de sua elite. Esta reforma penaliza a classe trabalhadora que perderá direitos fundamentais conquistados ao longo de décadas de lutas.


A Reforma Trabalhista representa os interesses dos patrões, agrava a pobreza e a distribuição de renda na sociedade. Isso porque a renda do trabalho e das famílias será profundamente reduzida frente ao capital financeiro.


O pacto social que tem origem na Constituição Federal de 1988 está sendo destruído por um governo golpista que chegou ao Poder através de um golpe midiático-jurídico-político.


Diante de mais esse absurdo aprovado pelo Congresso Nacional, ao qual se somam a EC 95 (ajuste fiscal), a Terceirização ilimitada e tantas outras aberrações propostas pelo governo ilegítimo e aprovadas pelo Congresso, a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (FETRAECE) em seu 8º Congresso convoca os trabalhadores/as cearenses, em especial a categoria rural, a se unir contra todas as medidas que encaminham o Brasil para uma verdadeira tragédia social nas próximas décadas.


 


Juntos somos fortes!

Nenhum Direito a Menos!