Plano de ações do Acordo de cooperação entre CONTAG e Ministério da Saúde

5


Como resultado da reunião do comitê gestor do Acordo de cooperação entre CONTAG e Ministério da Saúde, foram levantadas as primeiras proposições do novo plano de ações que terá como eixos:  Vigilância em Saúde;  Gestão Participativa e Controle Social e; Ampliação de acesso.


 


“O momento agora é de avaliação do Acordo de cooperação entre CONTAG e Ministério da Saúde, no que diz respeito as atividades já realizadas e planejamento de novas ações e estratégias para avançar na garantia do direito à saúde para trabalhadoras e trabalhadores na agricultura familiar”, destaca o secretário de Políticas Sociais da CONTAG, José Wilson Gonçalves. 


 


 Todas estas ações visam qualificar os processos de vigilância em saúde ambiental e do(a)  trabalhador(a), no que se refere o enfrentamento da realidade de uso indiscriminado de agrotóxicos, redução de riscos de acidentes de trabalho, monitoramento dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador- Cerest, promoção da saúde, incentivo à participação nas Conferências e Conselhos de saúde e nas comissões intersetorias de Saúde do trabalhador(a), entre outras.


“O processo de saúde da população do campo, floresta e águas possui diferenças que precisam ser conhecidas e enfrentadas pelos gestores de saúde. É fundamental a parceria das áreas técnicas de saúde do trabalhador (MS e SES) com os movimentos de trabalhadores do campo, floresta e águas, para construir um plano de ações,  buscando a garantia da implantação da PNSIPCFA. Considerando esses pontos,  foi importantíssima a assinatura deste segundo acordo (CONTAG e MS) e a retomada das reuniões deste Comitê”, destacou Virgínia Dapper, membro do comitê. 


Fique sabendo!


 


O comitê gestor é composto por 5 representantes de Federações,  5 representantes da Rede Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora- Renast, além de representantes da CONTAG, do Ministério da Saúde. 


 


Atualmente as Fetag´s do PA, PI, MT, MG e PR são titulares neste comitê e AM,CE,RS,MS e ES estão como suplentes. 


 


Da mesma forma, a Renast tem representantes de todas as regiões, garantindo uma diversidade da realidade e nos encaminhamentos, conforme as diferentes necessidades. 


 


FONTE: Assessoria de Comunicação CONTAG, com informações da Assessoria de Políticas Sociais da CONTAG.